“Não se trata apenas de deixar uma vagina mais bonita. É preciso entender que em muitos casos, o desconforto e o constrangimento são tão grandes que afetam a vida social e sexual dessas mulheres,inclusive no que se refere à higiene”.

(Entrevista realizada com a Dra. Mary Rosier, pela jornalista Fabiana Mascarenhas (Jornal A Tarde – 04/07/2010).

O QUE É A ESTÉTICA GENITAL FEMININA?

Modificações na genitália feminina acabam ocasionando insatisfação na mulher levando-a a processos de ansiedade, redução de auto-estima, depressão, bem como problemas de auto-aceitação que interferem no convívio social e na vivência de sua sexualidade com plenitude. Estas alterações na genitália podem ser congênitas, adquiridas (processos cirúrgicos / partos / traumas), ou causadas pelo envelhecimento fisiológico.

Muitas mulheres vivenciam a necessidade de melhorar aspectos do seu corpo, porém nunca foram encorajadas a descobrir e cuidar da sua genitália. Com o auxílio da medicina estética genital você terá um eficiente recurso de resgate da auto-estima, valorização da aparência pessoal como um todo.

A estética genital ou estética íntima, visa a corrigir desarmonias que comprometem a beleza e a função da genitália feminina, englobando técnicas cirúrgicas e não-cirúrgicas, com o objetivo principal em auxiliá-la no resgate de seu equilíbrio e bem-estar.

  • Labioplastia genital (grandes e pequenos lábios)
    Consiste em retirar o excesso de pele dos lábios genitais, principalmente dos pequenos lábios (ninfoplastia), o que causa, não só alteração estética, mas também funcional, já que impede a mulher de vestir roupas mais justas, ou mesmo mais diminutas o que evidencia um excesso de volume na região. Ocorre também uma maior predisposição a infecções de repetição como urinárias e fúngicas.
  • Redução de gordura e aumento de volume no monte púbico
    A redução de gordura pode ser realizada com lipoaspiração, laserlipólise mas também com a técnica de intradermoterapia injetando-se substâncias que destroem a gordura (lipolíticas). Ao contrário, quando a alteraçao é para menos, pode-se injetar preenchedores para aumentar o volume do monte púbico como a própria gordura da paciente, ácido hialurônico que é bioidêntico e preenchedores sintéticos como o polimetilmetacrilato (PMMA), dentre outros.
  • Vaginoplastia
    É um procedimento cirúrgico que visa a corrigir o alargamento do canal vaginal (flacidez) que ocorre principalmente após partos naturais quando a musculatura perineal é lesada. Também ocorre por alterações genéticas quando, mesmo não tendo tido partos normais, a vagina se encontra alargada.
  • Himenoplastia (reconstituição do hímen)
    O himem pode ser reconstituído após traumas locais ou mesmo quando a paciente quer “presentear” seu parceiro em comemorações especiais (FETICHE).
  • Correção de cicatrizes e retrações
    Estas alterações podem ocorrer como conseqüência de partos normais, cirurgias genitais ou por processos inflamatórios na região.
  • Laserterapia para depilação definitiva e rejuvenescimento genital
    A depilação definitiva tem sido cada vez mais procurada pelas mulheres, e ao realizá-la diminuem as possibilidades de escurecimento da vulva que muitas vezes é provocada por reação de hiperpigmentação pós-inflamatória decorrente de depilação com cera. O laser é também usado para o rejuvenescimento da vulva, assim como da face, ao promover uma remodelação do colágeno o que vai corrigir a flacidez vulvar e vaginal.
  • Preenchimento de grandes lábios
    Visa a corrigir a flacidez constitucional, genética, a que ocorre durante o processo natural de envelhecimento e a flacidez que ocorre após cirurgia bariátrica (para emagrecimento), tornando a vulva mais “túrgida”. É um procedimento com excelente resultado estético.
  • Carboxiterapia para flacidez vulvar e gordura localizada
    Esta técnica visa a promover, no caso da flacidez vulvar, a estimulação na formação do colágeno corrigindo-a. Pelo efeito de destruição das células gordurosas pode também ser utilizada nos casos de gordura localizada como o excesso no monte púbico.
  • Peelings genitais clareadores
    Utilizados para promover um clareamento da pele escurecida causada por processos repetitivos de depilação a cera ou com lâminas e também por atritos entre as coxas, principalmente nas pacientes com sobrepeso. Assim como os peelings faciais, são realizadas algumas sessões até que se obtenha o resultado almejado.
  • Intradermoterapia para flacidez vulvar
    Utilizam-se fármacos que promovem o estimulo de colágeno na pele vulvar melhorando o estado de flacidez. Pode ser associada à carboxiterapia obtendo-se um melhor resultado.
  • Projeção do clitóris
    Visa tornar este pequeno órgão mais evidente.

Se interessou?

Deixe aqui seu nome e suas informações de contato, e entraremos em contato marcando um horário com você!